Equivalência do diploma

Categoria Estilo de vida na cidade de Québec Data 20/08/2014

Escrito porDiego Barreto

Antes de imigrar para o Québec eu achava que a equivalência dos estudos (évaluation comparative) só se aplicava às profissões regulamentadas, como: medicina, direito, engenharia e etc. Chegando aqui eu percebi que não é bem assim. Logo de cara a Momentum me pediu para fazer a equivalência do meu diploma, pois para algumas vagas essa equivalência era exigida.

O processo para a obtenção dessa equivalência é bem simples, principalmente se for feito aqui mesmo. O link com todas as informações e formulários necessários é o http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/fr/education/evaluation-comparative/index.html.

No geral você precisa dos seguintes documentos:

- Histórico original do segundo grau;

- Diploma original a ser avaliado (normalmente o bacharelado);

- Histórico original do curso (normalmente o bacharelado);

- Tradução do Diploma e do Histórico para francês ou inglês;

Se você não tiver as traduções, o próprio MICC pode traduzir para você, mas normalmente é mais barato fazer essa tradução fora. Com esses documentos na mão é só ir no MICC (930, chemin Sainte-Foy, rez-de-chaussée - Québec (Québec) G1S 2L4), preencher o formulário e pagar a taxa. Quando eu fiz a taxa era de CAD 106$.

Uma dica: quem for fazer algum curso na Universidade, por exemplo, é bom se informar antes porque normalmente as universidades não aceitam a equivalência do MICC para fins de estudo, cada universidade tem sua própria forma de fazer a equivalência. Já a tradução vai ser obrigatória em quase todos os casos.

A tradução demora pelo menos um mês para ser feita e depende muito da disponibilidade do tradutor, já a equivalência no MICC pode chegar a três meses, então eu aconselho a quem chegar aproveitar também para fazer logo, pelo menos a tradução dos diplomas, porque se você precisar com mais urgência para uma vaga de emprego, ja tem uma parte adiantada.